Propaganda Google:
Propaganda Google:

Sondas Alimentares

Sonda Nasoentérica

A Sonda Nasoentérica serve de via de acesso ao duodeno ou ao jejuno do paciente, as porções terminais do intestino delgado. Está indicada para pacientes impossibilitados de deglutir. O procedimento consiste na inserção de um cateter estéril, pelo nariz até o duodeno ou ao jejuno, onde serão administradas a dieta líquida (líquidos e nutrição liquefeita prescrita pelo nutricionista da equipe médica), a terapia medicamentosa prescrita ou para algum outro fim terapêutico, como a interrupção da passagem de alimentos por ferida operatória a fim de minimizar o risco de infecções.

A Sonda Nasoentérica quando utilizada para alimentação deve ser montada em equipo próprio, com gotejo controlado, e deve ser limpa com aplicação de água (20 ml) no final de cada utilização. Esse procedimento deve ser repetido a cada troca do frasco de alimentação para evitar que a comida liquefeita endureça no cateter provocando a obstrução e forçando a substituição da sonda.

Pacientes com Sonda Nasoentérica devem seguir rigorosamente a dieta prescrita pela equipe médica. Observe sempre as restrições de alimentação. A oferta e ingestão de água pela via normal (pela boca) deverão ser liberadas pela equipe médica. Consulte a equipe médica sobre os cuidados paliativos com a via oral, caso haja desconforto do paciente (umedecer a boca e lábios pode aliviar o desconforto, mas devem ser liberados pela equipe médica, com base na patologia a ser tratada).

Indicações da Sonda Nasoentérica

  • Administração de medicamentos
  • Alimentação enteral
  • Problemas gastrintestinais com a dieta alimentar normal
  • Presença de neoplasias (tumores) de boca
  • Presença de neoplasias (tumores) de garganta
  • Terapias para o câncer (neoplasias)
  • Cuidados na convalescença
  • Condições hipermetabólicas
  • Paralisia orofaríngea / esofagiana
  • Cirurgia maxilofacial ou cervical
Propaganda Google:
Propaganda Google:
 
Propaganda Google:
 
 
Equipe Enfermagem - © 2011-2015